no , ,

PG flexibiliza participação de idosos em celebrações religiosas e libera uso de piscinas em condomínios; veja os detalhes

A Prefeitura de Ponta Grossa decidiu flexibilizar mais algumas medidas de prevenção e enfrentamento à covid-19. As decisões estão oficializadas no decreto 17.751/20, publicado pela Prefeitura de Ponta Grossa em edição do Diário Oficial do Município nesta sexta-feira (18) e já valem a partir deste final de semana.

Entre as medidas, a partir de agora está liberada a participação de pessoas – na forma de público – de até 65 anos em templos e locais de culto. Recentemente a prefeitura já havia liberado também a participação de adolescentes com 15 anos ou mais em celebrações. Continua proibida a participação nas celebrações, de integrantes do grupo de risco, como pessoas acima de 65 anos, diabéticos, hipertensos, cardiopatas e menores de 15 anos.

Aos celebrantes e equipe litúrgica não se aplicam as restrições de limite de idade disposto decreto, devendo, estes optar pelo uso de máscara de contenção ou, na impossibilidade, manter distância de três metros do público.

Condomínios

O decreto também apresenta uma alteração no texto que define os protocolos sanitários para funcionamento de condomínios residenciais durante o período de emergência em saúde decorrente da pandemia de covid-19. A novidade é que pelo novo texto do decreto, a Prefeitura liberou a utilização das piscinas existentes nos condomínios. Saunas, vestiários e banheiros de uso coletivo devem permanecer fechados.

Demais medidas

O decreto também prorroga por mais sete dias, a contar de segunda-feira (21), as demais medidas de enfrentamento à pandemia. Assim, fica mantido o horário escalonado do comércio de rua, assim como as restrições no funcionamento de shopping centers, galerias, academias, entre outros setores.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Dia da Árvore terá entrega de 5 mil mudas em Ponta Grossa

Paraná vai antecipar campanha contra pólio e multivacinação