no , ,

O eleitor vai decidir se prefere ter a Mabel como deputada ou prefeita, diz pré-candidata

Nome do candidato a vice-prefeito deve ser divulgado até terça-feira (15) (Foto: Fábio Matavelli)

Em visita ao Diário dos Campos nesta sexta-feira (11) a pré-candidata a prefeita de Ponta Grossa, a deputada estadual Mabel Canto (PSC) falou sobre a decisão de disputar o Executivo municipal e sobre as articulações para a campanha, um dia depois de sua pré-candidatura ser lançada pelo grupo político formado da aliança entre o ex-prefeito Jocelito Canto com o deputado federal Aliel Machado (PSB).

Mabel explica que PSC e PSB já contam com apoio também do MDB, do Podemos e do Cidadania. “Também estamos conversando com outros partidos e definindo alianças”. Questionada sobre quem será o candidato a vice-prefeito, Mabel afirma que o nome será divulgado antes da convenção do PSB e do PSC, marcadas para acontecer na terça-feira (15). “Queremos ir para a convenção com este nome definido”, afirma. Nos bastidores, o nome que vem sendo divulgado como possível candidato a vice é o do vereador Pietro Arnaud (PSB).

Decisão

Durante campanha a deputada estadual, em 2018, Mabel assumiu alguns compromissos que foram registrados em cartório e que incluíam, caso fosse eleita, cumprir integralmente o mandato de deputada. Assim, a sua pré-candidatura vem ganhando algumas críticas, porque, caso seja eleita, largaria seu mandato antes do término. “Este momento é de excepcionalidade. Todos nós, por conta da pandemia, estamos repensando nossa vida, e Ponta Grossa é maior. O trabalho que queremos fazer pela cidade é maior tudo. O eleitor vai ter a oportunidade de me ouvir e debater o que acontece na cidade e poderá escolher se prefere ter a Mabel como deputada ou como prefeita”.

Propostas

Embora as propostas do grupo estejam em construção, Mabel destaca que pretende levar para a Prefeitura medidas de transparência que vêm sendo adotadas durante seu mandato na Alep, como corte de cargos em comissão. “Quero criar a Secretaria de Transparência, para tornar mais acessível e fácil o acesso das informações pelos cidadãos. O foco na mulher também vai continuar, como já acontece no meu mandato de deputada. Para isso, quero criar a Secretaria da Mulher, que vai trabalhar de forma integrada com outras pastas”, frisa.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Tetra Pak abre inscrições para programas de estágio e trainee

Patriota define apoio a Marcio Pauliki na disputa à prefeitura de Ponta Grossa