no ,

Municípios adotam diferentes estratégias contra a covid-19

Em Londrina, tem Lei Seca e interdição de praças (Bruno Amaral / Divulgação)

Cada município paranaense vem adotando diferentes medidas, no esforço por controlar os níveis de contágio pelo novo coronavírus. Enquanto uns reabrem atividade interrompidas há meses, outros tornam a proibir serviços que já estavam liberados.

O Diário dos Campos fez um breve levantamento do contexto de alguns dos maiores municípios do estado em população, apresentando as mais recentes medidas adotadas. As prefeituras tentam adequar as necessidades da população a uma menor taxa de ocupação de leitos.

Nesse vai-e-vem, confira as ações dos cinco municípios com maior coeficiente de contágio no Paraná. Ponta Grossa, apesar de ter a quarta maior população do estado, está em oitavo lugar num eventual ranking da taxa de contágio entre os 10 maiores municípios.

Paranaguá libera cinema

Desde o final de agosto, decreto normalizou os atendimentos presenciais em prédios públicos municipais, desde que com máscaras, distanciamento, termômetro e álcool gel. Em agosto, a prefeitura realizou a distribuição de Ivermectina – fármaco usado contra infestação por piolhos e sarna – para pessoas com mais de cinco anos e mais de 15 quilos. O medicamento, supostamente, serve como prevenção e tratamento contra covid-19. Decreto nesta semana liberou buffet self service, inclusive em hotéis e pousadas. Lojas de vestuário devem esterilizar roupas e calçados. O decreto também abriu salas de cinema, com até 50% de lotação.

Cascavel alerta para riscos

A cidade volta a receber voos da Azul na próxima semana. Também abre exposição de pinturas em telas no hall da prefeitura. A Secretaria Municipal de Saúde informou que, houve aumento na taxa de ocupação de leitos e procura em UBS e na UPA nos últimos dias. A prefeitura recomendou cautela pela população, porque depois de estar no risco amarelo, passou para o nível laranja. Não há impedimento de atividades, mas se recomenda distanciamento, uso de máscaras e evitar aglomerações.

Foz tem música ao vivo

Acrescentou em decreto, no início do mês, a liberação de novas atividades: restaurantes, bares e lanchonetes, associações recreativas, clubes privados, pesque-pagues e balneários, com distanciamento e regras específicas. Liberou atividades esportivas para treinamento das equipes de competição. Liberou cinema e teatro (até 30% da lotação máxima), além de música ao vivo em bares. Academias com atividade com contato físico foram abertas; alunos de seis a 13 anos podem participar, desde que sem contato físico.

Curitiba restringe hotéis

Diante do risco médio (alerta – laranja) a prefeitura suspendeu, no dia 4 de setembro, o funcionamento de atividades: Locais de entretenimento, com ou sem música, circos, teatros, cinemas e correlatos. O mesmo para centros de eventos e bares. Houve novas restrições de horário e atendimento no comércio de rua, nos shoppings centers, salões de beleza, petshops, academias de ginástica, restaurantes e padarias. Supermercados não podem abrir aos domingos. Hotéis e pousadas devem funcionar com até 50% de sua capacidade.

Maringá autoriza clubes

Decreto do dia 10 informa que clubes sociais e associações recreativas podem funcionar todos os dias até as 22 horas. Neles estão permitidas as atividades de salão de festa, academia de ginástica (segunda a sexta-feira), prática de esportes individuais ou em duplas, piscinas com raias alternadas. Funcionam com horários específicos os shoppings centers, comércio de rua e petshops, que agora podem abrir aos sábados.

Londrina tem Lei Seca

Decretou Lei Seca a partir desta sexta-feira (11). Por 14 dias, estabelecimentos não podem fornecer bebida alcoólica. Objetivo é conter contágio pela covid-19. Também restringiu pelo mesmo período o uso de parques, praças, lagos, pistas de caminhada, ciclovias, academias ao ar livre. Na cidade, cerca de metade dos casos confirmados foram entre jovens. Também fica proibido o funcionamento por meio do sistema de entrega a domicílio (delivery). A prefeitura montou uma força-tarefa da Guarda Municipal para fiscalizar o cumprimento das medidas.

PG retira toque de recolher

Após 77 dias de restrição, município não prorrogou toque de recolher nesta semana. Aglomerações com mais de 10 pessoas continuam proibidas. Bares e lanchonetes podem ter até 40% de ocupação e distanciamento entre as mesas. Cinema, casas de festas, teatro permanecem impedidos de funcionar. Casamentos não estão autorizados, assim como qualquer outro evento social ou de espetáculo. Voos regulares no aeroporto foram retomados nesta semana. Shoppings centers e comércio seguem abertos, com horários específicos. Supermercados continuam abertos de segunda a segunda, em horários normais.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Morte de peixes no Alagados ocorre pela segunda vez

Operário volta a estádio onde iniciou ascensão nacional