no ,

Feliz Natal!

Neuza Helena Postiglione Mansani

nmansani@terra.com.br

teknia@bol.com.br

                                                       

                                                      Feliz Natal!

 

   Nas paralelas dos trilhos

                No apito do trem

Nas lembranças de alguém

Nas batidas de um coração

                 Sejamos canção.

                          

                         

Há cinco anos, em 27 de junho de 2014, pelas janelas do Jornal Diário dos Campos, Ponta Grossa ganhava a coluna Sherlock Holmes Cultura; voltada para defender a identidade e a cultura  de nossa cidade de Ponta Grossa, passando a reunir pessoas, sem qualquer vínculo partidário, interessadas em destacar o não conformismo da sociedade com os rumos que nossa cidade vinha tomando frente a não preservação histórica e ambiental. Sensível à intuição, após a enésima vez lendo Sherlock Holmes, desperta uma alma para cutucar outras tantas, e trazer de volta marcas de algo que foi e será sempre a história de uma cultura, de uma identidade perdida; faz nascer Sherlock Holmes Cultura, espaço esse, na busca de pistas de uma “Ponta Grossa já tinha.”

Quase como marco de um “boom” que está a acontecer nos dias de hoje, aqui, ali, acolá, desperta-se, como que pelo badalar dos sinos, pelo som do apito do trem e pelas imagens, o amor pela Princesa dos Campos Gerais, e vamos retomando aos poucos a nossa identidade. O Universo conspira a favor de Sherlock Holmes Cultura.

                                           

 

Conto um conto… um casal, ele médico, ela professora, ao voltar da “Lua de Mel”, após longa viagem de São Paulo a Ponta Grossa, viagem de trem, chegam à Estação Saudade, saudados pelos parentes mais próximos. Muita emoção, avô ferroviário, que orgulho! Enquanto alguns, viajavam de avião, de carro “último tipo”, a viagem de trem marcou a felicidade do jovem casal, que estava por vir. As lembranças estão nas coisas, lá está, hoje, a estação linda, (re)significada! A história do casal sob os céus de nossa história nos conduz ao passado e nos trás ao presente – Presente embrulhado numa cultura enlaçada pelo apreço e louvor dos moradores desse pedaço histórico da nossa cidade, e de alguém que ouve, em seu coração, o soar do trem da vida.

Com essas lembranças, Sherlock Holmes Cultura agradece a atenção aos seus colaboradores, aos seus leitores, ao editorial do Diário dos Campos, que vêm nutrindo uma cidade com a seiva da cultura; deseja um Natal de paz, de amor, de solidariedade e oferece uma cantata de sons pelos trilhos da vida, evocados pela Maria Fumaça, pela beleza do monumento Unidade Cultural do Sesc, pelos encantos de cada canto – em cada canto, uma saudade.

 

 

Ontem, a noiva e o trem

Hoje, Sherlock Holmes Cultura

Amanhã, reinventemos 2020!

 

   ——————————————————————————————————    —————————————–

 

A autora Neuza Helena Postiglione Mansani

Responsável pela Coluna Sherlock Holmes Cultura

Mamãe Noel 2019     

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

SOBRE MEUS PERFEITINHOS

Recrutamento e Seleção:  Pretensão salarial