no , ,

“A propaganda é a alma do negócio!” (Inclusive em tempos de mídia digital).

oi@agenciayard.com

Tanto na mídia tradicional quanto na digital o que atrai a audiência das pessoas é o conteúdo e não a propaganda. Se o Instagram fosse um catálogo composto apenas de anúncios e classificados, você passaria tanto tempo nele? Se um jornal não publicasse matérias, informações e colunas como essa, apenas anúncios, você pararia para ler? É provável que não. Nós convivemos e até consumimos uma dose comedida de propaganda, pois também temos interesse em produtos, serviços e ofertas. Por isso a “máquina” funciona tão bem, a audiência é conquistada pelo conteúdo. As empresas aproveitam que as pessoas que elas querem atingir estão lá prestando atenção e fazem anúncios interrompendo apenas uma pequena parte da programação e do conteúdo original.

Assim como não faz sentido criar um canal de TV que só passa propaganda, não faz sentido criar um perfil no Instagram que só posta propaganda. A regra é clara! “Post com conteúdo vai para o feed, orgânico. Post com propaganda vai para anúncios”. O algoritmo das redes sociais é algo que muda constantemente. É ele que determina quais publicações aparecerão primeiro para um perfil, de forma orgânica. Por isso, os anúncios são a forma mais assertiva para empresas alcançarem todo o potencial da audiência das pessoas que estão conectadas. Nem os influenciadores digitais (que vivem disso) dominam os algoritmos, por isso eu defendo que essa não é uma briga que nenhuma empresa precisa buscar a todo custo. Fazer anúncios da maneira correta é a forma mais rápida e eficaz para uma empresa aproveitar a audiência existente nas redes sociais.

Uma empresa pode também buscar uma atuação focada em conteúdo, de forma paralela aos anúncios. Mas não é fácil, nem barato e muito menos simples. Os anúncios sempre devem fazer parte da estratégia de marketing de qualquer negócio. Até mesmo empresas com perfis gigantescos e com uma estratégia já consolidada de conteúdos nas redes sociais, fazem propaganda. A propaganda é a alma do negócio, inclusive em tempos de mídia digital.

Lucas Ribas, o autor é diretor da agência yard.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Ponta Grossa registra 124º óbito por covid-19

PR-151 entre PG e Carambeí é liberada por volta da meia noite. Veja fotos