no

Operário consegue empate com a Ponte Preta e está na cola do ‘G4’

Fantasma arranca igualdade no segundo tempo e chega aos 16 pontos

Operário chega aos 16 pontos com resultado em Campinas. Foto: PontePress/ÁlvaroJr

O Operário Ferroviário volta de Campinas com um ponto na bagagem. Diante da Ponte Preta, que está na vice-liderança da Série B, o Fantasma arrancou o empate por 1 a 1, na noite deste sábado (19), e chegou aos 16 pontos na classificação. Com o resultado na 10ª rodada, o time alvinegro aparece na 6ª colocação – um ponto atrás do ‘G4’.

No Moisés Lucarelli, o time comandado por Gerson Gusmão saiu atrás no placar na primeira etapa, mas alcançou a igualdade no segundo tempo com o meia Tomás Bastos.

O jogo

Antes mesmo da bola rolar em São Paulo, o Operário sofreu com um imprevisto: o zagueiro Rafael Bonfim sentiu desconforto na região lombar e foi retirado da escalação; Sosa ficou como titular.

Mesmo com o contratempo, o Fantasma iniciou a partida bem posicionado em campo e apertando o adversário. Porém, o time comandado por Gerson Gusmão não concluía as jogadas.

Do outro lado a Ponte finalizou e assustou. Matheus Peixoto, livre na área, cabeceou com estilo e Thiago Braga espalmou. Aos 22 minutos, o alvinegro foi castigado: Apodi recebeu com espaço pela direita, puxou para o meio e emendou de fora da área; a bola entrou no ângulo – sem chances para o goleiro.

Finalização de Apodi terminou na ‘gaveta’ de Thiago Braga. Foto: PontePress/ÁlvaroJr

O gol dos donos da casa desorganizou o Operário. Dois minutos depois, Matheus Peixoto novamente mandou de cabeça, obrigando Thiago Braga a se atirar no canto e jogar para escanteio.

O duelo entre o centroavante da Macaca e o goleiro alvinegro continuou aos 43 minutos. Mais uma vez o lance veio pelo alto e mais uma vez Braga salvou os visitantes de sofrerem o segundo gol.

A melhor chance do Fantasma apareceu somente nos acréscimos da primeira etapa. Em cobrança de falta, Tomás Bastos tentou encontrar o ângulo esquerdo, mas o goleiro Ivan foi buscar.

As equipes voltaram do intervalo sem alterações e com ímpeto pelo gol. Aos 2 minutos, Thiago Braga pegou no canto a batida de Bruno Rodrigues. Pouco depois, Tomás Bastos respondeu em falta de longa distância; a bola explodiu no travessão.

Roger, do Operário, e Índio, da Ponte Preta, enfrentaram os ex-clubes. Foto: PontePress/ÁlvaroJr

A partir das primeiras mudanças no time, o Operário cresceu. Jean Carlo e Douglas Coutinho entraram nas vagas de Clayton e Maranhão. A ‘blitz’ alvinegra começou aos 20 minutos, quando Wellington Carvalho desviou contra o patrimônio e acertou o travessão. No lance seguinte, o meia Tomás Bastos foi premiado com o gol. Após o bate rebate na área, a bola sobrou limpa para o ‘camisa 8’ estufar a rede e deixar tudo igual no placar.

O jogo em Campinas ficou mais aberto. Moisés e Apodi quase deixaram a Ponte em vantagem. Roger ficou perto da virada, mas Ivan defendeu cara a cara e assegurou o 1 a 1.

Próxima rodada

Após dois compromissos consecutivos longe de Ponta Grossa, o Operário retorna ao Germano Krüger na 11ª rodada da Série B. Nesta terça-feira (22), o Fantasma recebe o Cuiabá, que está entre as melhores equipes da competição. O confronto em Vila Oficinas está agendado para 20h.

Ficha Técnica

Ponte Preta: Ivan; Apodi (Neto Moura), Wellington Carvalho, Alisson e Guilherme Lazaroni; Bruno Reis, Luís Oyama (Dawhan), Luan Dias (Zé Roberto) e João Paulo; Bruno Rodrigues (Moisés) e Matheus Peixoto (Guilherme Pato). Técnico: João Brigatti

Operário: Thiago Braga; Sávio, Sosa (Peixoto), Reniê e Fabiano; Pedro Ken (Mazinho), Tomás Bastos, Thomaz Santos e Clayton (Jean Carlo); Maranhão (Douglas Coutinho) e Roger (Schumacher). Técnico: Gerson Gusmão

Gols: Apodi (Ponte Preta) aos 22 minutos do 1º tempo; Tomás Bastos (Operário) aos 21 minutos dos 2º tempo.
Cartões amarelos:
Wellington Carvalho, Luís Oyama e João Paulo (Ponte Preta); Clayton (Operário)

Data/Horário: 19/09 (sábado), às 19h
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Arbitragem: Alisson Sidnei Furtado (TO) auxiliado por Fábio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Com mais dois óbitos, Ponta Grossa soma 87 vítimas da covid

Veja 7 boas notícias sobre a covid-19