no ,

Feira de frutas e verduras beneficia Instituto João XXIII

Angela: “Aqui encontro alimento saudável perto de casa” (José Aldinan)

Uma feira de alimentos criada há poucos meses vem conquistando em Ponta Grossa um público fiel. Toda terça e sexta-feira, das 8h30 às 17 horas, o salão da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, no Jardim América, fica repleto de hortaliças, pães e frutas. Os produtos vendidos são trazidos do Instituto João XXIII, entidade assistencial para a qual a renda com as vendas é diretamente revertida.

De acordo com o padre Ivo Nardelli, a proposta surgiu tímida, mas vem se fortalecendo. O instituto já tinha a produção de hortifruticultura, com a finalidade de garantir boa alimentação para as crianças atendidas. A agricultura também possibilitava trabalhar cursos profissionalizantes. A ideia da feira acabou ganhando força com a pandemia de covid-19.

“A comunidade está se envolvendo, porque encontra na feira uma forma de não precisar ir ao supermercado, onde muitas vezes tem aglomerações”, comenta o padre.
Angela Marcia Scorsim aprovou a proposta. Ela soube da feira vendo o panfleto em frente à igreja e é cliente constante há cerca de dois meses.

“Como agora os mercados têm muito movimento, nossa preferência é pelo salão da igreja, que é bem higienizado, espaçoso e tem variedade grande de produtos. Além disso, a gente está colaborando com a instituição”, diz Angela, que tem três crianças em casa e evita ao máximo sair, durante a pandemia.

O instituto
O Instituto João XXIII atende jovens em situação de vulnerabilidade social em Ponta Grossa há cerca de 45 anos. Atualmente, são 40 crianças e adolescentes no período integral e outras 210 que passam o dia na sede.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Juiz garante direito de importar sementes de maconha para casal produzir remédio

Agência do Trabalhador de Ponta Grossa anuncia novas vagas para esta segunda-feira (21)